Madonna vs Madonna

Madonna, a cantora pop mais famosa do mundo, desde sempre causou polemica na midia, seja pelas inovadoras performances ou pela quebra de estigmas.

O seu primeiro documentário, Na Cama com Madonna, mostra os bastidores da turnê Blond Ambition Tour. O documentário fez muito sucesso, pois mostrava como Madonna era aberta sexualmente e como agitava sua plateia. Mostrando-a como uma incrível performer e cantora.

Já em 2011, a cantora dirigiu mais um filme: “W.E.”, que conta o  romance entre Wallis Simpson e o rei britânico Eduardo 8º, que renunciou ao trono por causa de uma plebelia americana. O filme foi lançado no festival de Cannes, e na ocasião foi vaiado pelos expectadores.

 Madonna, dirigindo seu último filme

Geléia

Para os incansáveis fãs de Friends, quem nunca viu aquele episódio que a Mônica está recém-terminada com o Richard e desempregada e resolve fazer geléia para ocupar seu tempo.

Eu descobri recentemente que uma das coisas mais fáceis de se fazer na cozinha é Geléia e aqui vai a simples receita…

Ingredientes:

  • 1 kg de morango
  • 1 kg de açucar
  • 2 colheres (de chá) de suco de limão

Modo de preparo:
Coloque o morango na panela e deixe esquentar, até soltar líquidos, coloque as duas colheres do suco de limão, despeje o açúcar e deixe cozinhar por meia hora. Espere esfriar e sirva.

O suco de limão é opcional, embora ele dê um gostinho especial. Você também pode incrementar a sua geléia colocando vinho tinto, ou outros ingredientes da sua escolha.

A Musica do Rei

Um dos momentos mais marcantes em nossas infâncias foram os filmes da Disney.
Em especial, um deles, que voltou recentemente para os cinemas em sua versão 3D, o Rei Leão.

Continuando aquela história de que o filme que faz a música ou a música que faz o filme, acho que no caso de Rei Leão, um complementa o outro. Não tem como pensar no filme e não lembrar da música que acompanha a cena que o Simba é apresentado para os outros animais, a Circle of Life.

Muito menos, quando relembramos os personagens e damos de cara com a dupla mais cômica dos filmes infantis, Timão e Pumba com a música Hakuna Matata.

E pra vocês? Que outros filmes da disney tem uma trilha sonora marcante?

A Grande Inspiração Star Wars

A cada dia que passa a quantidade de comerciais milimetricamente bem pensados para nos fazer comprar produtos que não queremos, ou não precisamos, só aumenta. E para conseguir isso nada melhor do que juntar o útil ao agradável – entenda útil e agradável por: superbowl, star wars, e uma criança fofa.

No mês de fevereiro desse ano, aconteceu, nos Estados Unidos, o Super Bowl. Esse evento é organizado pela NFL (National Football League) para decidir o campeão da liga de futebol americano dos EUA, tem a maior audiência televisiva do país e é assistido por milhões de pessoas ao redor do mundo. Contando com tudo isso a Volkswagen decidiu lançar o novo modelo do Passat, no intervalo do Super Bowl e ainda fez um apelo a todos os fãs de Star Wars colocando um mini Darth Vader como personagem principal.

Essa propaganda de milhões de dólares resultou em um vídeo viral e teve mais de 40 milhões de acessos no youtube.

Mas a Volkswagen não é a única empresa que utilizou como referência um dos maiores clássicos do cinema. No ano passado, a Adidas também se inspirou na saga de sucesso e lançou uma coleção chamada Adidas Originals Star Wars. A coleção é uma reformulação dos tênis clássicos da marca, que ganharam um toque futurista e parecem que sairam direto do filme. Eles fizeram uma propaganda super legal pra lançar a coleção que conta com participações especiais do Snoop Dogg e do David Beckham; no site da marca também tem um material bem legal pra quem é fã do filme e que saber mais sobre os produtos, pra acessar é só clicar aqui, e pra quem não viu a propaganda…

Sessenta

Uma das tendencias que está em alta agora é a dos anos 60. Essa moda voltou com tudo, não só nas passarelas, mas também nos redcarpets da vida. Seja na forma de arrumar o cabelo ou na escolha dos acessórios e roupas. pra você não errar nesse verão, tem que ser 60’s inspired!

Rose Byrne, na pré-estréia de seu novo filme ‘X-Men: First Class’
Desfile Louis Vuitton verão 2011
Desfile Louis Vuitton – Verão 2011

Mas se você tá aí pensando – afinal, o que essas roupas e penteados tem a ver com o blog? – continua lendo que eu vou te explicar!

Toda essa febre de anos 60 começou, um ano atrás, na entrega do Emmy Awards onde a série Mad Men foi eleita pela terceira vez consecutiva como melhor série drama, superando todo o favoritismo a favor da série Dexter. A série se passa nos anos 60 e a história gira em torno de uma grande agencia de publicidade de Nova Iorque, que coloca em tudo que faz uma pitada de persuasão e mostra como foi que nasceu o, tão famoso, sonho americano.

Um dos motivos que levou a série a faturar prêmios como melhor série drama, não só no Emmy como também no Globo de Ouro, foi a autenticidade na história e no figurino. Sempre levando em conta o tempo em que se passa a història, a maioria das peças escolhidas não são propriamente vintage e sim uma repaginação do estilo da época.

foto do site TheExtrovert - vestidos super acinturados

O ícone fashion da série é a esposa do Don Draper (personagem principal da série), a sra. Betty Draper interpretada por January Jones. Na série ela é uma ex-modelo, agora dona de casa, que continua com essa obsessão pelas aparencias.

foto do site F-utilidades

Para quem gosta do estilo e não quer errar na hora de se vestir, tem que assistir a série! O figurino é muito bem pensado, e todas as caracteristicas das roupas na época como a silhueta em A, roupas “espaciais” e principalmente os vestidos tubinhos.
Alem do figurino, como eu já disse antes, o enredo é muito bom é daquelas séries que você não quer parar de assistir nem pra ir no banheiro haha, é daquelas que realmente não dá pra perder!!

Aquele com todos os Cheesecakes

Mesmo sendo fã de FRIENDS, e morrer de rir com cada episódio, um dos que eu menos gostava era “Aquele com Todos os Cheesecakes” pelo simples fato de não entender o porque os personagens Chandler e Rachel estavam tão fascinados por apenas um ‘bolo de queijo’. Para mim, esse doce só não merecia tanta atenção.

Mas… minha opinião foi abaixo depois que eu experimentei um pedaço do tão famoso – que leva o nome da loja inclusive –  The Cheesecake Factory. 

O meu conceito mudou completamente e tenho certeza que é até melhor do que o do episódio!!Quando me falavam eu pensava em uma coisa industrializada com gosto de geladeira, mas quando a vendedora me contou a história, que a receita é super antiga e que era uma loja de familia, e que fez tanto sucesso, que acabou virando esse mega negócio e tudo fez mais sentido. Eu fiquei no sabor tradicional da casa, mas fiquei muito tentada a experimentar o de chocolate hersheys.

Infelizmente essa marca só tem nos Estados Unidos, mas, depois que voltei de viagem resolvi me aventurar pelos cheesecakes do Brasil também, e acabei experimentando o do restaurante Tea Connection – que não é um restaurante brasileiro – e estava maravilhoso, muito muito bom mesmo! Não tem toda aquela calda que sempre fica sobrando e a massa era super gostosa e não aquela coisa massuda. Esse restaurante – argentino – tem um conceito de comida mais natural, tudo é bem fresco e feito na hora; pelo menos se não na hora no dia e era bem esse o gosto que tinha o cheesecake, gosto de fresquinho que acabou de ficar pronto. Vale super a pena experimentar!

O restaurante fica na Alameda Lorena nº 1271 – Jardins em São Paulo, normalmente fica mais cheio na hora do almoço e não precisa fazer reserva. E para as mulheres que gostam de sair para jantar com as amigas, toda quarta-feira a partir das 21h mesas só de mulheres recebem 15% de desconto.

Fica a Dica: Cinema Verde

Nesse mês a cidade de São Paulo recebe a terceira edição do  Setembro Verde, um evento que aborda os conflitos sócio-ambientais do país de diversas formas, e que pela primeira vez conta com uma mostra de cinema que recebe o nome de  1ª Mostra Matilha Cultural Setembro Verde de Cinema.A exibição teve início dia 02 de setembro e recebe esse nome devido ao grupo idealizador do projeto chamado Matilha Cultural,  um centro cultural que apoia e divulga atividades relacionadas ao meio-ambiente e a cultura.

A mostra traz 15 longas e 6 curtas-metragens recentemente produzidos e que dificilmente poderão ser encontrados em cinemas e locadoras, já que todos os filmes buscam aprofundar ou iniciar uma consciencia social no espectador. Os destaques da exibição são dois documentarios brasileiros: “Cortina de Fumaça”  e “À Margem do Xingu – Vozes não consideradas”. Outro destaque da mostra é uma sessão especial com vídeos de entrevistas e reportagens gravadas de Julian Assange, o fundador do Wikileaks.            

O documentário “Cortina de Fumaça” aborda a política de drogas no Brasil e no mundo, dando um enfoque maior no uso da maconha, debatendo sobre sua legalização e a classificação que recebe atualmente. No dia 15, após a estréia do filme, para quem se interessar ocorrera um debate com a presença do diretor  Rodrigo Mac Niven. Já o documentário “À Margem do Xingu – Vozes não consideradas”  mostra o ponto de vista de pessoas que moram as margens do rio Xingu e que terão suas vidas atingidas drasticamente com a construçao da hidrelétrica de Belo Monte.

Para saber a programação completa entre no site da Matilha Cultural, as sessões acontecem na sede do grupo e a entrada é gratuita; lá eles tambem aceitam cachorros.
Quando? 02 de setembro a 02 de outubro / terça a sábado, das 12h às 20h                                

Onde?  Rua Rego Freitas, 542 – Matilha Cultural – São Paulo

Quanto? Entrada gratuita

Contato e informações –  Tel: (11) 3256-2636  / Cartões: VISA (crédito/débito) / Wi-Fi grátis