A “Big Boss” do Mundo Fashion

No mundo da moda os jornalistas estão super bem classificados no quesito importância. Devido a esse fato começou-se a girar um mito em volta das grandes editoras-chefe, elas passaram a serem vistas quase como intocáveis! As “Big Boss” do mundo fashion são quem analisam os coleções dos grandes estilistas, também sao as responsáveis pelas críticas positivas e negativas em relação aos looks que aparcem nas passarelas.

O mundo da moda é uma indústria que movimenta bilhões de dólares a cada ano. Anna Wintour é a mulher mais poderosa do meio. Ela é chefe da Vogue americana, a revista de moda mais influente de todo o mundo. É basicamente ela que diz o que vai e o que nao vai entrar no guarda-roupa de quem pode comprar.

Anna Wintour – Chefe da Vogue americana

Inspirada em Anna,  Lauren Weisberger escreveu o livro O Diabo Veste Prada, que mais tarde deu origem ao longa que leva o mesmo nome. A autora, trabalhou como assistente de Anna por um tempo. Em muitas entrevistas Lauren é questionada se foi sua experiência de trabalho com Wintour  que deu origem ao livro, a autora nega porém fala que existem coincidências.

O filme conta a historia de Andy Sachs, interpretada por Anne Hathaway.

Andy é uma garota recém-formada que quer ser escritora e sonha em trabalhar em revistas como a New Yorker e acaba conseguindo um emprego na redação da Runway, a maior revista de moda. Andy se torna assistente da grande editora chefe Miranda Priestly, interpretada por Maryl Streep. A garota ingênua, precisa conviver com as exigências e caprichos de sua chefe e precisa ainda aprender a viver em um mundo ao qual não pertence.

O filme trata da adaptação das pessoas ao meio, ele nos faz pensar até que ponto nos estamos dispostos a mudar para entrar nos padrões estipulados pela sociedade e o quanto isso nos afeta.

O livro é diferente do filme. Na literatura Andy é uma garota que passa o tempo todo falando mal de Miranda e trabalha contrariada, usando seu trabalho como um  atalho na carreira e acaba se deslumbrando com o mundo fashion. A versão cinematográfica também traz a personagem de Maryl Streep de forma diferente. Diante das câmeras, Maryl se fez uma das criaturas mais odiáveis, até aí no livro a Editora também faz esse papel, porém se no livro ela acaba sendo desprezada e odiada, na versão hollywoodiana Miranda acaba bem diferente da personagem do livro. No fim do filme ela passa para os espectadores a imagem de que ela é uma boa pessoa. Maryl Streep esta incrivelmente bem no papel da “Big Boss”, e o figurino do longa feito por Patricia Field são de deixar qualquer um que se interesse minimamente por moda deslumbrado!

O filme recebeu 2 indicações ao Oscar nas categorias de melhor atriz (Maryl Streep) e de melhor figurino (Patricia Field).  Vale a pena conferir.

Eu vou ficando por aqui, espero que vocês tenham gostado do post.

Comentem!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s